Douleurs sans frontières em Moçambique

Contacto em França :

DSF França
Hôpital Lariboisière- 2, rue Ambroise Paré - 75475 Paris Cedex 10
Tél: + 33 (0)9.64.28.19.99
Email: dsf.france@douleurs.org

Contacto em Moçambique :

Rua Valentim Siti, N°276,
Maputo, Mozambique
Tel/Fax: +258 21 311 230
Cell: +258 82 325 9880
Email: dsfmoz@tvcabo.co.mz

Portal internet : http://www.douleurs.org

Criação e Estatuto

• A DSF é uma ONG francesa de solidariedade internacional reconhecida e de utilidade pública desde 2003 e dedica-se ao sector da saúde.
• Foi criada em 1996 por médicos responsáveis pela estrutura hospitalária com o objectivo de partilhar os seus conhecimentos na área da gestão da dor, do sofrimento e dos sintomas de finais da vida.

Missão e objectivo da associação
• A DSF tem como missão, apoiar os actores locais a tomarem a responsabilidade, a avaliação e o tratamento da dor e do sofrimento de forma integrada e adaptada às realidades de cada País.
• A DSF realiza projectos tendo por objectivo promover, animar e desenvolver todas as acções relativas à prevenção, diagnósticos, tratamento e gestão da dor, sofrimento e sintomas de final de vida às populações vulneráveis.

Princípios de Acção

• A DSF desenvolve projectos através de estabelecimento de parcerias com os actores locais aptos para assegurarem a continuidade das acções envolvidas tendo em conta as necessidades e as espectativas das populações vulneráveis;
• Desta forma a estratégia da DSF privilegia as acções a longo prazo através do reforço das capacidades e do apoio aos actores de saúde, institucionais e à sociedade civil.
• As abordagens seleccionadas, adaptadas a diversos actores e contextos, visam reforçar os espaços de coordenação e de concertação entre os actores. O Apoio da dor apenas pode ser efectivo e sustentável com a dinâmica colectiva. Esta abordagem pluridisciplinar contribui para o desenvolvimento das estratégias de saúde centradas nos pacientes, melhorando o acesso e o auxílio à qualidade dos cuidados.

Campo d’Acção
• Sensibilização e formação de profissionais de saúde/saúde materno mental, educação inclusiva de acção social.
• Apoio técnico com o objectivo de desenvolver o dispositivo do apoio à dor, ao sofrimento e à sintomas de finais de vida.
• Sensibilização, informação, e formação de actores da sociedade civil.

Presente em Moçambique desde 1996

JPEG JPEG JPEG

A DSF em Moçambique : contribui para o esforço das capacidades dos actores institucionais e da sociedade civil, para a alimentação do dispositivo de educação especial, cuidados a domicilio, cuidados paliativos para as populações vulneráveis.

JPEG JPEG JPEG

Efectivos em Moçambique:
25 assalariados locais e 3 expatriados

Lugares de intervenção: Maputo- Cidade de Maputo, Gaza-Chókwè, Chibuto, Massingir, Guijá e Xai-Xai, Sofala.

Responsáveis :

  • Romuald DJITTE, Director Nacional ;
  • Carla MAIA LADEIRA, Gestora de projectos de protecção à criança;
  • Inês Patrícia FERNANDES LOURENÇO, Gestora de projecto de saúde;
  • Maria Alice GOMES, Administradora nacional.

Principais projectos realizados:

  1. 1. Reabilitação do Centro Médico – Psicologia infantil e juvenil- CERPIJ- Hospital Central da Beira (2009).
  2. 2. Reabilitação de dois pavilhões e construção de uma casa para o pessoal do Centro de Saúde.
  1. 3. Reabilitação de dois pavilhões e construção de uma residência para o pessoal do Centro de Saúde de Nhacutse, distrito de Xai-xai (2012-2011)
  1. 4. No sector de cuidados infantis, foi feita uma formação de formadores e elaboração de um manual de referência para profissionais de saúde mental do Ministério da Saúde: “Resiliência e apoio às crianças vulneráveis e órfãs”. (2007)
  1. Criação de um Gabinete de Conselho de Testagem Voluntaria e Gratuita (GATV) em Chokwè (2004).
  1. Construção e gestão de um hospital dia em Xai-Xai (2002-2006)
  1. 5. Desenvolvimento de vários protocolos de pesquisas sobre a avaliação e tratamento da dor em Moçambique desde 1998.
  1. 6. Introdução de uma formação universitário sobre o apoio da dor e de cuidados paliativos (1996 à 1999) integrados na faculdade de medicina da Universidade Eduardo Mondlane em Maputo.

    Projectos em Curso:
  1. 1. Fornecer apoio técnico à unidade de avaliação e de tratamento da dor do Hospital Central de Maputo para que se torne num centro de referência nacional para a formação de profissionais na área de gestão da dor e cuidados paliativos. Deste dinamismo abriu-se uma Unidade da Dor do Hospital Central da Beira e dois consultórios da dor com Hospital Provincial de Xai-Xai e Chibuto Hospital Rural.
  1. 2. Melhorar e ampliar a qualidade de vida de crianças e adultos que vivem com HIV /SIDA e / ou outras doenças crónicas por meio do desenvolvimento de dispositivos de atendimento domiciliar na província de Gaza e na cidade da Beira. Mais de 2.300 pacientes e suas famílias beneficiam deste dispositivo.
  1. 3. Assegurar o acompanhamento e apoio psicossocial adequado às crianças órfãos e/ou vulneráveis na província de Gaza e na cidade da Beira, principalmente através da criação de três Centros de Apoio Psicossocial para a Infância (CAI) e seis centros de Desenvolvimento Comunitário param a Juventude (CDCJ). Os CAIs são progressivamente integrados na estrutura organizacional e orçamental das Direcções Provinciais de Saúde em Gaza (2) em Sofala (1), enquanto o CDCJ desde 2012 tornou-se propriedade das associações comunitárias fortalecendo desta forma a participação dos pacientes e das suas famílias.
  1. 4. Introduzir e fortalecer os mecanismos para a educação inclusiva, na província de Gaza, em parceria com o Centro de Recursos Educativos Inclusivos (CREI). Este desafio envolve a formação de profissionais que trabalham com crianças e coordena os intervenientes dos sectores da educação, saúde e social. Para mais informações consulte o link: educacaoinclusivamz.blogspot.com
  1. 5. Desenvolver a capacidade de 12 associações parceiras, parte envolvente de actividades de educação e cuidados especiais domiciliários, em colaboração com os atores institucionais.

Dernière modification : 18/01/2018

Haut de page