Declaração do Porta-voz : Assassinato do Sr. Gilles Cistac

= Início do artigo= A França condena o assassinato no dia 3 de Março em Maputo do nosso compatriota Gilles Cistac, professor de direito na Universidade de Maputo, dupla nacionalidade engajado no debate democrático moçambicano. Este crime hediondo é um atentado a liberdade de expressão e de opinião. Nós estamos em contacto estreito com as autoridades moçambicanas as quais nós solicitamos que tudo seja feito para que os autores deste assassinato respondam pelos seus actos. A França apresenta as suas condolências à família do Senhor Cistac. =fim do artigo=

Dernière modification : 04/03/2015

Haut de page