Conferência das Nações unidas para o desenvolvimento sustentável Rio+20

Très momentos :

1. um comité preparatório (13 à 15 de Junho), 2. Jornadas de encontros temáticos com a sociedade civil (16-19 de Junho) 3. A conferência (20-22 Junho)

Dois assuntos:

A economia verde no contexto do desenvolvimento sustentável e a erradicação da pobreza.
O quadro institucional do desenvolvimento sustentável.
Tendo em vista um compromisso em favor de políticas de crescimento orientadas a longo prazo, Rio + 20 devera também, fazer emergir os instrumentos indispensáveis ao seu seguimento. Financiamentos inovadores serão necessários para levar à bom termo a agenda do desenvolvimento sustentável.
Rio poderia , em fim, dar as nações unidas um quadro institucional reforçado no domínio do desenvolvimento sustentável, sobretudo pela criação de uma organização das nações unidas para o ambiente, a fim que 20 anos após a “A conferência sobre a terra “, o desenvolvimento sustentável, torne-se, finalmente uma realidade para todos.
Em fim, o pavilhão da França no Rio, situado no centro do espaço dos pavilhões nacionais, próximo do Rio centro será o lugar de encontro da participação francesa. Este pavilhão acolherá conferencias de imprensa, fóruns, emissões de TV, ateliers de reflexão em volta do tema “inovação, cidades e territórios sustentáveis”. Este pavilhão, co-pilotado pelo estado e pelo clube França Rio+ 20, órgão do comité 21, com a participação de parceiros públicos e privados.

O que é que a França e a União europeia defendem no Rio+20 ?

A União europeia e a França desejam um resultado ambicioso no Rio+20 e avançaram de maneira coordenada para definir as prioridades comuns seguintes:

1- o reforço da governação internacional do ambiente : A União europeia (UE) e a França desejam a transformação do programa das nações unidas para o ambiente (PNUE) em agencia especializada das nações unidas baseada em Nairobi. Esta agência beneficiaria de uma verdadeira autoridade política e de recursos estáveis e poderia pilotar a agenda ambiental internacional.

2- o reforço da governação internacional do desenvolvimento sustentável no seu todo, a fim de melhorar as relações entre os seus pilares ambientais, social e económico.

3- um " roteiro" internacional sobre a economia verde e inclusiva : para a França e a União europeia, Rio+20 deve poder introduzir, graças à acções concretas e rápidas, uma economia que concilie crescimento, progresso social e resposta aos desafios ambientais.
Finalmente, a questão dos meios de implementação (que agrupam os financiamentos, sobretudo a ajuda publica ao desenvolvimento, as transferências de tecnologia, a ajuda ao reforço das capacidades etc.) será um debate maior e difícil no Rio+20. A ajuda publica ao desenvolvimento continuará a desempenhar um papel central, sobretudo, em favor dos países mais pobres e os mais vulneráveis mas não poderá financiar o conjunto das acções necessárias para levantar os grandes desafios mundiais. Rio +20 será uma etapa importante na definição dos meios de implementação mais amplos e adaptados : recursos domésticos, financiamentos privados, cooperação Sul-sul e triangular… Neste contexto, a questão dos financiamentos inovadores será crucial e a França desempenhará nela, um papel maior. Na qualidade de secretario permanente do grupo piloto sobre os financiamentos inovadores, a França organizará o side event oficial do estado francês sobre o tema dos financiamentos inovadores ao serviço do desenvolvimento sustentável que terá lugar no dia 22 de Junho das 13h às 14h30 no Rio Centro.

Comprometimento do ministério dos negócios estrangeiros no Rio
Actor engajado na preparação do Rio+20 e parceiro oficial do pavilhão da França, o ministério dos negócios estrangeiros organiza dois eventos: no dia 18 de junho às 17h : os actores da cidade sustentável, demarche de co-construção, no dia 22 de Junho às 11h30 : os sistemas de vigilância ambiental no circum-Sahara : lições e perspectivas,

O programa detalhado destes diferentes eventos, a apresentação do side event oficial francês sobre os financiamentos inovadores e o comprometimento do Ministério dos Negócios Estrangeiros para o Rio+20 está acessível no France Diplomatie.

Dernière modification : 18/06/2012

Haut de page