As escritas urbanas de Maputo- de 6 de Setembro a 22 de Outubro de 2014 no CCFM

JPEG JPEG

Partindo de um princípio em que as escrituras podem ser analisadas como um elemento chave das dinâmicas urbanas, o projecto “ AS ESCRITURAS URBANAS DE MAPUTO” iniciado em 2012, com a parceria da universidade Pedagógica de maputo e a Escola de altos estudos em Ciências Sociais de Paris, concretizou-se neste ano numa série de intervenções artísticas e documentares. Este projecto repousa sobre a hipótese de que a escritura pode ser analisada como um elemento chave na mudança linguística, política e social, materializada por actos de escrituras em espaços públicos
Fruto de uma colaboração entre diversas instituições e actores culturais franceses e moçambicanos, (Centro cultural Franco-Moçambicano, Escola de Altos Estudos Sociais de Paris, Universidade Pedagógica de Maputo, com o apoio do Serviço de Cooperação e de Acção Cultural Embaixada de França, Escola Superior de Artes do Perineu Pau-Tarbes, do Instituto Francês da Africa do Sul, da Escola Nacional de Artes Visuais e da Universidade Eduardo Mondlane de maputo),o projecto “escrituras urbanas é um exemplo de cooperação universitária, científica e artística.
A exposição ‘As escrituras urbanas de Maputo- ler escrituras e agir na rua » foi inaugurada no Centro Cultural Franco-Moçambicano no passado dia 16 de Setembro, que foi o ponto de partida das intervenções pluridisciplinares de mês de Setembro. Esta exposição propõe os primeiros resultados de uma vasta pesquisa sobre as escrituras urbanas de Maputo e apresenta um percurso por diversos tipos de escritas, por meio de vários registros: ecológico, histórico, patrimonial e citadino.
Depois da inauguração, a Universidade Pedagógica acolheu a jornada de estudo que reuniu pesquisadores em linguística, e me antropologia, alargando deste modo os debates iniciados na véspera.
O concurso de rap veio colorir a semana de intervenções na quinta-feira dia 18 abrindo o cenário a uma nova geração da street art de Maputo.
A exposição (exposta no CCFM até 22 de Outubro) têm um êxito para o público moçambicano principalmente para os estudantes graças as visitas guiadas proporcionadas no quadro dos projectos mediação cultural do CCFM.
Mais a aventura não termina por aqui : esta prevista para 2015, a publicação de uma obra importante que reagrupa os tectos lidos durante a jornada de estudos assim como o corpo fotográfico da exposição.

Dernière modification : 21/11/2014

Haut de page